São Brás

São Brás nasceu no século III, na Armênia, num território que atualmente pertence à Turquia. Filho de pais pagãos, ele foi convertido ao cristianismo e, após o batismo, jurou fidelidade ao Evangelho.  Com o tempo, Brás se tornou médico e bispo da cidade de Sebaste, usando seus conhecimentos para resgatar a saúde do corpo e da alma de seus pacientes.

Por causa da grande perseguição aos católicos, ele refugiou-se num lugar afastado a fim de continuar governando a igreja. No entanto, foi descoberto e, antes de ser preso, falou aos soldados: “Sede bendito, vós me trazeis uma boa nova: que Jesus Cristo quer que o meu corpo seja imolado como hóstia de louvor”.

Enquanto se dirigia para seu martírio, uma mãe desesperada apresentou-lhe o filho que estava sufocado com uma espinha de peixe presa na garganta. São Brás curou milagrosamente a criança ao orar e fazer o sinal da cruz na sua cabeça. Condenado à morte pela sua fé, o santo enfrentou muitas torturas até ser degolado no ano 316 d.C.

É conhecido como protetor da voz e da garganta, sendo padroeiro de radialistas e todos aqueles que trabalham utilizando a voz.